A elevação foi de 3% em comparação com o terceiro trimestre.

O dólar à vista cedeu 1,63%, a 5,58 reais. É a maior desvalorização diária e o menor patamar desde 30 de dezembro, quando a cotação registrou declínio de 2,11%, para 5,57 reais.

Entre as ações com as maiores altas, estão: Marfrig (MRFG3: +5,18% – R$ 22,74); PetroRio (PRIO3: +3,09% – R$ 22,02); Minerva (BEEF3:+3,06%– R$ 10,10)

Dados de inflação nos EUA para dezembro também vieram em linha com as expectativas, embora a taxa anual esteja em torno de máximas de 40 anos.

Os papéis da Petrobras (PETR3;PETR4) também registraram alta de 4,13% e 2,96%, respectivamente.

A empresa de locação de veículos acrescentou que os sistemas estão sendo restabelecidos e que não há evidências de acesso a bases de dados da empresa nem de extração de informações pessoais.

Se inscreva nonosso canale acompanhe a programação ao vivo.

Confira a análise na íntegra:

A alta nos combustíveis ocorre em momento em que os preços do petróleo Brent são cotados em torno de 82 dólares o barril, com alta de mais de 5% em janeiro.

Dos credores que votaram, 72,3% aprovaram a proposta de prorrogação dos pagamentos, segundo o comunicado, acrescentando que a negociação do título, suspensa desde 6 de janeiro, será retomada na segunda-feira.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,43%, a 16.010,32 pontos.

Deixe o seu comentário